Página principal Questões e doenças oculares Doenças oculares de A-Z

Como o estresse pode afetar sua visão

Visão embaçada, tremor ocular,dores de cabeça e lacrimejamento ou secura nos olhos podem ser causados por estresse.

Outros problemas causados por estresse incluem vertigem, tensão ocular, sensibilidade à luz, moscas volantes e espasmos oculares.

Estresse é a resposta natural do corpo a qualquer demanda por mudança que interfira em seu equilíbrio normal. Seja a resposta física, mental, emocional ou visual, o estresse afeta a todos em um determinado grau.

O estresse pode causar ansiedade, depressão, pressão alta, problemas digestivos, enxaqueca e até mesmo alterações na visão.

Como o estresse afeta a sua visão

Quando o corpo está estressado, suas pupilas se dilatam, permitindo uma maior entrada de luz para possibilitar que você enxergue potenciais ameaças com mais clareza. No entanto, níveis elevados de adrenalina podem causar pressão nos olhos, resultando em visão embaçada.

“Muitos pacientes nem sempre estão cientes do impacto do estresse na sua saúde e função visual”, diz Barbara Horn, presidente da AOA. “O impacto do estresse nos olhos pode variar de um leve desconforto até uma perda severa e incapacitante da visão.”

Sim, o estresse pode estar causando seu espasmo ocular (também conhecido como mioquimia da pálpebra). Esse espasmo da pálpebra é resultado da contração contínua do músculo orbicular do olho (orbicularis oculi). O espasmo é geralmente benigno e temporário e afeta apenas um dos olhos.

Estrese pode levar à perda da visão, não apenas causando novas doenças como também piorando doenças existentes.

Por exemplo, uma pesquisa publicada no EPMA Journal em 2018, concluiu que estresse psicológico contínuo e o aumento do nível de cortisol associado são fatores de risco para o desenvolvimento e a progressão da deterioração da visão.

O cortisol pode ser uma das principais causas de várias doenças graves de visão, incluindo glaucoma, neuropatia óptica, retinopatia diabética e degeneração macular relacionada à idade.

Emoções e problemas de visão

O termo cegueira histérica é usado para descrever qualquer deficiência de visão que não pode ser explicada por patologias ou anormalidades estruturais. Isso também foi descrito como um “distúrbio de conversão”.

A perda da visão ocorre sem a percepção consciente do paciente.

A “conversão” é a repressão de emoções (como medo e/ou raiva) que são convertidas em uma redução significativa da visão. Esses pacientes se queixam de embaçamento significativo da visão, mesmo sem apresentar erro de refração (necessidade de uso de óculos) ou patologia (doença).

Esses pacientes não apresentam problemas de motilidade ocular (movimento e alinhamento dos olhos), mas sofrem com uma redução significativa da acuidade visual. Seu campo de visão é afetado e parece assumir a forma de tubo.

O quadro geralmente se resolve quando o paciente se conscientiza do que está acontecendo, usa lentes positivas de baixo grau e/ou recebe aconselhamento profissional.

Sintomas do estresse

Se a má notícia é que o estresse pode causar perda da visão, a boa notícia é que reduzir os níveis de estresse pode ajudar a reverter a perda da visão ou restaurá-la.

Horn ressalta que vários fatores e atividades comuns de estilo de vida podem induzir o estresse ocular, como trabalhos que exijam uma visão muito próxima, trabalhar durante muitas horas e o uso excessivo de tecnologia digital.

“Com o constante avanço da tecnologia, é difícil driblar a necessidade de usar seus olhos com mais frequência e por períodos mais longos”, diz ela.

O estresse pode literalmente fazer seus olhos doerem. A tensão ocular digital, Por exemplo, pode desencadear dores de cabeça e causar tensão nos músculos ao redor dos olhos.

Felizmente, a maioria dos problemas oculares relacionados ao estresse são temporários, especialmente quando a causa do estresse é resolvida.

Formas de reduzir seu estresse

Considerando que não temos como eliminar completamente o estresse da nossa vida, é essencial aprender como amenizar seus efeitos em nosso corpo, mentes e olhos.

Alguma das medidas mais básicas para reduzir o estresse são simples e custam pouco ou nada.

“Exercitar-se, ter oito horas de sono toda noite, adotar uma dieta saudável, passar mais tempo ao ar livre e praticar meditação são ótimas maneiras de aliviar o estresse”, aconselha Horn.

Outras abordagens como exercícios de respiração profunda, treinamento em gerenciamento do estresse e terapia da fala são recomendadas para diminuir a progressão da perda da visão.

Caso essas abordagens não funcionem e os sintomas de visão relacionados ao estresse persistam, consulte seu oftalmologista imediatamente.

Find Eye Doctor

Agendar um exame

Encontre Oftalmologista