Página principal Questões e doenças oculares Doenças oculares de A-Z

O que é astigmatismo? Quais são as opções de correção?

  1. Causas
  2. Tipos
  3. Opções de correção
homem com fadiga ocular

O que é astigmatismo?

Astigmatismo é um tipo de grau causado por uma alteração na curvatura da córnea. A córnea funciona como uma lupa para focar as imagens no olho, mas quando a curvatura da "lupa" é abaulada a imagem no olho fica desfocada, dependendo do tamanho do abaulamento, ou seja, do astigmatismo, a imagem pode ficar pouco ou muito distorcida. Uma pessoa pode nascer com essa condição ou desenvolvê-la ao longo da vida.

O astigmatismo é uma condição oftalmológica comum que normalmente ocorre associada à miopia ou hipermetropia e pode facilmente ser diagnosticado com um exame de vista.

Sintomas do astigmatismo

O astigmatismo normalmente causa algum grau de embaçamento ou distorção da visão em todas as distâncias. Alguns dos sintomas são tensão ocular, dores de cabeça, estrabismo e irritação dos olhos. O mais comum é a pessoa sentir desconforto quando faz esforço visual prolongado, quer seja de longe, no cinema por exemplo, ou de perto como no celular e com a continuidade do esforço geralmente há dor de cabeça.

O que causa o astigmatismo?

Uma córnea considerada normal apresenta sua curvatura semelhante em toda sua parte frontal, no astigmatismo há um abaulamento que leva uma parte da córnea a apresentar uma curvatura maior (consequentemente um grau) uma curvatura menor ( consequentemente outro grau). Assim, a diferença entre essas curvaturas resulta no grau do astigmatismo corneano que geralmente é dos óculos (pode ser maior ou menor pois ainda há outras partes dentro do olho que podem influenciar um pouco).

O astigmatismo pode estar presente desde o nascimento ou se desenvolver posteriormente, assim as duas principais causas do astigmatismo são fatores genéticos que modulam a curvatura corneana ou doenças que levem a irregularidades corneanas com presença de astigmatismo.

Dentre as principais doenças temos as cicatrizes por traumas e o ceratocone, ambos podem levar a astigmatismo que pode ser regular ou irregular. A diferença entre o astigmatismo regular é que os óculos ainda podem corrigir a visão, já no astigmatismo irregular os óculos não funcionam tão bem e pode ser necessário o uso de lentes de contato especiais ou até mesmo cirurgia. Esse tipo de astigmatismo não é comum no dia-a-dia e uma consulta oftalmológica pode detectá-lo precocemente.

É importante que, desde cedo, as crianças sejam submetidas a exames de vista, evitando, assim, problemas de visão na escola causados por astigmatismo não corrigido.

Como corrigir o astigmatismo

O astigmatismo normalmente pode ser corrigido de várias maneiras.

Didaticamente separamos em 2 grupos.

  1. Não cirúrgicas

  2. Cirúrgicas

1- Não cirúrgicas

O modo mais fácil e acessível para as pessoas corrigirem seu astigmatismo é o uso de óculos. A grande maioria dos astigmatismos são regulares e facilmente corrigidos com óculos de grau. Algumas lentes de óculos são mais apropriadas para altos astigmatismos, pergunte ao seu oftalmologista ou ao óptico na ótica onde for adquirir seu óculos opções para melhorar a visão com astigmatismo.

Uma opção também muito popular é o uso de lentes de contato. Altos astigmatismos regulares podem ser corrigidos com lentes gelatinosas, as quais são extremamente confortáveis e fáceis de usar, desde que seguidas as recomendações de higiene e cuidados. Lentes rígidas e esclerais também podem ser usadas. A diferença entre essas lentes está no conforto e saúde da superfície ocular, seu oftalmologista pode lhe informar qual a melhor opção pois cada tem sua indicação.

Para astigmatismos irregulares e cicatrizes corneanas as lentes rígidas e as esclerais são mais indicadas.

2- Cirúrgicas

Há diversos tipos de cirurgia para correção do grau, para escolha da melhor opção uma avaliação completa de olho deve ser feita.

Cirurgias refrativas como PRK e LASIK podem ser excelentes opções para astigmatismos regulares, apesar de muitas pessoas acharem que LASIK só serve para miopia, tanto o PRK como LASIK corrigem muito bem graus leves e moderados de astigmatismo.

Quando o PRK ou LASIK não estão indicados muitas vezes pode-se realizar cirurgias intra-oculares de implante de lente com ou sem a retirada do cristalino, ou seja, o médico pode colocar uma lente dentro do olho para corrigir o astigmatismo sem mexer em mais nada ou ele retirar o cristalino (que é a lente que dá a catarata na velhice) e colocar um cristalino artificial que corrija o astigmatismo.

Outras cirurgias para astigmatismos irregulares como implante de anéis também pode ser feitas.

Qualquer cirurgia de mo geral apresenta riscos, que de regra nas cirurgias acima citadas são muito baixos, o cirurgião oftalmológico pode avaliar individualmente qual a melhor opção para se obter o melhor resultado como menor risco para as pessoas que querem corrigir o astigmatismo de modo definitivo e deixar de usar óculos ou lentes de contato.

Mensagem final

O astigmatismo é uma doença ocular facilmente detectada em uma consulta oftalmológica, mas que se não tratada adequadamente pode prejuízos visuais para a pessoa. Por isso sempre é recomendado uma consulta oftalmológica anual e cuidado maior com as crianças, pois muitas vezes elas não sabem expressar suas queixas visuais.

Find Eye Doctor

Agendar um exame

Encontre Oftalmologista