Página principal Questões e doenças oculares Doenças oculares de A-Z

Conjuntivite: Causas e sintomas da conjuntivite

  1. Causas
  2. Sintomas
  3. Tratamentos
Close de uma mulher com conjuntivite (olho rosa).

O que é conjuntivite?

A conjuntivite é a inflamação de uma camada fina e transparente (conjuntiva) que recobre o branco do olho e a parte interior das pálpebras.

A conjuntivite é muitas vezes temida pelas pessoas, mas é um problema ocular bastante comum e, em geral, facilmente tratada. Além disso, com algumas precauções simples, a conjuntivite geralmente pode ser evitada.

A forma ideal de identificar um tipo de conjuntivite, é consultar um oftalmologista, que através do exame ocular irá observar se as alterações são sugestivas de um quadro infeccioso, viral ou bacteriano ou se sugerem um quadro alérgico ou mesmo tóxico. Qualquer pessoa, em qualquer fase da vida esta sujeita a te um quadro de conjuntivite, mas as pessoas alérgicas e os usuários de lentes de contato por tempo prolongado são mais susceptíveis ás conjuntivites alérgicas, enquanto as infecciosas podem aparecer em qualquer pessoas e em qualquer momento.

Aqui está o que você precisa saber sobre conjuntivite:

A melhor forma de identificar o tipo de conjuntivite, é consultar o médico é consultar um médico, pois ele é capaz de identificar o agente causador da conjuntivite ao observar o paciente os sintomas da doença, que são ligeiramente diferentes em relação à intensidade. Até saber o diagnóstico, deve se prevenir o contágio, evitando contato físico direto e partilhar objetos que estejam em contato o rosto, como toalhas ou travesseiros. Saiba mais sobre que cuidados ter para não passar conjuntivite.

O que causa conjuntivite?

Os principais tipos de conjuntivite são:

  • Conjuntivite viral. Causada por um vírus, como o do resfriado comum. Esse tipo de conjuntivite é muito contagioso, mas geralmente melhora sozinha em alguns dias mesmo sem tratamento médico.

  • Conjuntivite bacteriana. Causado por bactérias, esse tipo de conjuntivite necessita de tratamento com colírios e/ou pomadas com antibióticos.

  • Conjuntivite alérgica. Esse tipo de conjuntivite é causado por substâncias alergênicas, como pólen, poeira e pelos de animais, em indivíduos suscetíveis. A conjuntivite alérgica pode ser sazonal (pólen, especialmente no período da primavera) ou aparecer durante o ano todo (poeira; pelos de animais).

Sintomas da conjuntivite

O principal 1sinal da conjuntivite é o olho com aparência avermelhada. Outros sintomas da conjuntivite ocular dependem do tipo de conjuntivite:

  • Os sintomas da conjuntivite viral incluem lacrimejamento, coceira ou sensibilidade à luz. Um ou ambos os olhos podem ser afetados. A conjuntivite viral é contagiosa e pode se espalhar através da tosse e espirros.

  • Os sintomas de conjuntivite bacteriana incluem uma secreção ocular amarela ou amarelo-esverdeada no canto do olho. Em alguns casos, essa secreção pode ser intensa o suficiente para fazer com que as pálpebras fiquem presas quando você acorda. Um ou ambos os olhos podem ser afetados. A conjuntivite bacteriana é contagiosa, geralmente por contato direto com mãos infectadas ou itens que tocaram o olho.

  • Os sintomas de conjuntivite alérgica incluem olhos lacrimejantes, ardência e principalmente coceira, e são frequentemente acompanhados de congestão nasal, coriza e sensibilidade à luz. A conjuntivite alérgica afeta os dois olhos, mas esse tipo de conjuntivite não é contagioso.

Tratamentos para conjuntivite

Como seria de esperar, o tratamento da conjuntivite depende do tipo que você tem:

  • Tratamento da conjuntivite viral Na maioria dos casos, a conjuntivite viral se prolonga por um período de vários dias, e não é necessário o uso de medicamentos. A aplicação de uma compressa fria e úmida nos olhos várias vezes ao dia pode aliviar os sintomas.

  • Tratamento da conjuntivite bacteriana Seu oftalmologista prescreverá colírios ou pomadas antibióticas para o tratamento da conjuntivite bacteriana.

  • Tratamento da conjuntivite alérgica Medicamentos para alergia geralmente podem ajudar a prevenir ou reduzir crises de conjuntivite alérgica.

Muitas vezes, pode ser difícil distinguir o tipo de conjuntivite que você possui apenas pelos sintomas (ou se outras condições oculares ou de saúde estiverem causando seus sintomas).

Condições associadas à conjuntivite incluem olhos secos. Por esses motivos, sempre que você desenvolver olhos vermelhos e irritados, procure seu oftalmologista e agende um exame oftalmológico.

Se você usa lentes de contato e seus olhos estão vermelhos e irritados, remova-as e use apenas seus óculos até que o oftalmologista possa examinar seus olhos.


9 dicas de prevenção da conjuntivite

Expandable

Agora que você conhece o básico sobre conjuntivite viral e outras formas de conjuntivite, o que você pode fazer para proteger a si e aos seus filhos?

Aqui estão nove precauções simples que você pode tomar para reduzir significativamente o risco de contrair conjuntivite:

  1. Evite compartilhar itens pessoais, como lenços , toalhas de mão ou lenços de papel.

  2. Cubra o nariz e a boca ao tossir ou espirrar e evite esfregar ou tocar nos olhos.

  3. Lave as mãos com frequência, principalmente quando estiver na escola ou em outros locais públicos.

  4. Mantenha um antisséptico para as mãos sempre por perto e use-o com frequência.

  5. Limpe com frequência superfícies como bancadas, superfícies de banheiros, torneiras e telefones compartilhados com um material antisséptico.

  6. Se você sabe que sofre de alergias sazonais, pergunte ao seu médico o que pode ser feito para minimizar seus sintomas antes que eles comecem.

  7. Se você usa lentes de contato, siga as instruções do seu oftalmologista para cuidar e substituir as lentes, use as soluções de lentes de contato de forma adequada ou considere mudar para lentes de contato diárias.

  8. Se você for usuário de lentes de contato, use óculos de proteção ao nadar, para se proteger de contaminações por bactérias e outros micro-organismos presentes na água, além do cloro, e outras substancias que podem causar irritações nos olhos.

  9. Antes de tomar banho, remova as lentes de contato para evitar a contaminação das lentes.

Apesar dessas precauções, você ou seu filho ainda podem desenvolver conjuntivite.

Se o seu filho for afetado, informe a escola sobre a infecção, para que sejam tomadas medidas extras para higienizar a sala de aula ou o berçário. Além disso, mantenha seu filho em casa até que o estágio contagioso tenha passado.

O oftalmologista informará quando você ou seu filho puderem estar perto de outras pessoas, sem o risco de espalhar conjuntivite contagiosa — geralmente cerca de três a cinco dias após o diagnóstico.

Se a vermelhidão não desaparecer pode ser que ela seja um sinal de outros tipos de problemas oculares — e para evitar que o quadro se agrave — consulte o seu oftalmologista.

Find Eye Doctor

Agendar um exame

Encontre Oftalmologista