Página principal Cirurgia de visão

9 critérios para um bom candidato à LASIK

lista de verificação de armação de óculos

Um procedimento LASIK bem-sucedido é determinado em grande parte se você atende a certos critérios aplicáveis a pacientes e se a cirurgia ocular a laser é adequada para você.

Os resultados da LASIK e da PRK são quase sempre favoráveis; no entanto, nem todo mundo é um bom candidato para a cirurgia de correção da visão.

A lista de verificação para cirurgia ocular a laser a seguir é um bom começo para ajudá-lo a determinar se a LASIK ou a PRK são adequadas para você.

1. Seus olhos devem estar saudáveis

Se você tiver alguma condição que possa afetar a forma como seus olhos respondem à cirurgia ou se recuperam depois dela, aguarde até que essa condição seja resolvida. Alguns exemplos são a síndrome do olho seco grave, conjuntivite, infecção e qualquer tipo de lesão ocular.

Se você constantemente tem olhos secos, que não produzem lágrimas suficientes para manter os olhos lubrificados e saudáveis, a cirurgia LASIK pode agravar essa condição. Sintomas comuns de olhos secos incluem queimação ou ardência, sensação de areia nos olhos, tolerância reduzida ao vento, visão embaçada intermitente e até excesso de lágrimas em alguns casos. Se você tiver alguns desses sintomas, não deixe de discuti-los com o seu oftalmologista antes da cirurgia.

Durante o exame pré-operatório, o oftalmologista irá determinar se você tem olhos secos e, geralmente, consegue tratá-los para que você possa ser submetido à cirurgia ocular a laser. Possíveis tratamentos incluem lágrimas artificiais, tampões pontuais, colírios medicamentosos, suplementos de linhaça ou óleo de peixe ou uma combinação dessas abordagens.

Uma catarata que interfira na sua visão e um glaucoma não controlado geralmente também impedem que você seja um candidato a um procedimentos LASIK ou PRK.

2. Sua córnea deve ter espessura suficiente

A maioria dos procedimentos de refração melhora a acuidade visual , remodelando a superfície frontal do olho (córnea). A realização de uma cirurgia ocular a laser em uma córnea muito fina ou com uma superfície extremamente irregular e deformada (por exemplo, se você sofre de Ceratocone) pode comprometer os resultados e prejudicar sua visão.

Caso você já tenha sido informado no passado que o LASIK não é uma opção viável porque suas córneas são muito finas, avanços recentes podem transformá-lo em um candidato aceitável para a correção da visão a laser. Por exemplo, co um laser de femtossegundo em vez de um microcerátomo, o cirurgião é capaz de fazer um retalho mais fino da córnea e, assim, preservar mais tecido corneano subjacente para o tratamento a laser.

Se você ainda não é um bom candidato para a LASIK ou a PRK, apesar das novas tecnologias e técnicas, outro tipo de cirurgia refrativa, como lentes implantáveis (LIOs fácicas), pode ser uma opção.

3. Suas pupilas não devem ser muito grandes

Se suas pupilas forem naturalmente grandes, você pode ter um risco aumentado de efeitos colaterais, como halos, brilhos e explosões de estrelas (starburst) em condições de pouca luz, principalmente ao dirigir à noite.

4. Sua prescrição deve estar dentro de certos limites

Se sua prescrição for muito alta — seja devido à miopia, hipermetropia ou astigmatismo — seu oftalmologista poderá aconselhá-lo a não realizar um procedimento LASIK.

Os resultados da cirurgia LASIK para tratamento de erros de refração muito altos são menos previsíveis e podem não valer o custo e os possíveis riscos.

Além disso, valores muito altos de miopia, por exemplo, podem exigir a remoção de muito tecido da córnea e aumentar o risco de complicações da visão.

Se você tiver um erro de refração grave, outro tipo de cirurgia de correção da visão pode ser uma opção melhor, como lentes implantáveis de LIO fácicas ou troca de lente refrativa.

5. Você deve ter idade suficiente

Certos procedimentos exigem que você tenha 18 anos; outros, 21. Pacientes com idade inferior podem ser tratados como uma exceção, a critério do cirurgião LASIK, com a permissão dos pais ou responsáveis do paciente.

Geralmente não há limite superior de idade para cirurgia ocular a laser. No entanto, é importante observar que, depois dos 40 anos, você ainda pode precisar de óculos para corrigir a visão de perto devido a uma condição normal relacionada à idade, chamada presbiopia.

Obviamente, seu cirurgião também pode considerá-lo um candidato à correção cirúrgica da presbiopia, como a LASIK de monovisão, que pode melhorar a sua visão de perto sem o uso de óculos ou lentes bifocais.

Lembre-se de que as mulheres correm um risco maior de ressecamento dos olhos após a menopausa, e os homens também apresentam um risco maior com a idade. Como observado acima, o ressecamento dos olhos deve ser tratado antes da cirurgia LASIK.

6. Sua visão deve ser estável

Adolescentes e muitos jovens adultos geralmente sofrem alterações na prescrição de lentes de contato e de óculos de ano para ano. É importante que os erros de refração permaneçam estáveis por pelo menos 12 meses antes que você seja submetido a uma LASIK ou a outra cirurgia refrativa.

Geralmente é a miopia que piora gradualmente, mas também pode haver outras mudanças.

Pessoas mais jovens não são boas candidatas até que seus olhos "se estabeleçam" em uma única prescrição. Seu oftalmologista pode dizer se a sua prescrição é estável.

7. Você deve estar em boas condições de saúde

As contraindicações à cirurgia ocular a laser podem incluir certas condições degenerativas não controladas ou doenças autoimunes não controladas, como a síndrome de Sjogren, artrite reumatoide, diabetes tipo 1, e AIDS. Pessoas com HIV que tenham boas contagens de células imunológicas podem ser candidatas à LASIK.

Basicamente, se o seu corpo tiver algum problema de cicatrização, você terá um risco maior de ter um resultado insatisfatório após a cirurgia LASIK.

As opiniões variam entre os cirurgiões LASIK sobre quais doenças são desqualificadoras automáticas e quais podem representar riscos aceitáveis em certos casos.

Além disso, certos medicamentos podem aumentar os riscos associados à cirurgia ocular a laser. Por exemplo, imunossupressores podem interferir na cicatrização pós-operatória e alguns medicamentos podem aumentar a chance e/ou gravidade da síndrome do olho seco.

8. Se estiver grávida, deve adiar a cirurgia

O procedimento LASIK não é adequado se você estiver grávida ou amamentando. Alterações hormonais podem alterar a forma da sua córnea, levando a alterações temporárias na sua visão.

A cirurgia não deve ser realizada até que seus hormônios e visão retornem ao normal após a gravidez. Isso pode levar alguns meses.

Mulheres grávidas costumam ter olhos secos, o que é outro motivo pelo qual você pode precisar adiar a LASIK até alguns meses após a gravidez. Além disso, alguns medicamentos que normalmente seriam usados antes ou após a cirurgia para promover a cura (como antibióticos e esteroides) podem ser arriscados para o bebê antes do nascimento ou durante a amamentação.

9. Você deve ter expectativas realistas

Embora a grande maioria dos resultados da cirurgia LASIK seja excelente, você deve estar ciente dos possíveis efeitos colaterais, riscos e possíveis complicações da LASIK antes de optar pelo procedimento.

Um cirurgião LASIK experiente informará se você é um bom candidato à cirurgia ocular a laser ou se outro tipo de cirurgia refrativa pode ser mais apropriado.

É importante informar ao cirurgião todas as informações pertinentes relacionadas ao seu histórico médico e de saúde para garantir que você obtenha os melhores resultados possíveis.

Find Eye Doctor

Agendar um exame

Encontre Oftalmologista