Página principal Questões e doenças oculares Doenças oculares de A-Z

Catarata: Tipos, sintomas e tratamentos

uma enfermeira aplicando colírio para catarata

A catarata é a turvação do cristalino, lente natural do olho. É a causa mais comum de perda de visão em pessoas com mais de 40 anos e também a principal causa de cegueira no mundo. Os tipos de catarata incluem:

  • Uma catarata subcapsular ocorre na parte posterior do cristalino. Pessoas com diabetes ou que tomam altas doses de esteroides têm maior risco de desenvolver uma catarata subcapsular.

  • Uma catarata nuclear se forma na zona central (núcleo) da lente. A catarata nuclear geralmente está associada ao envelhecimento.

  • Uma catarata cortical é caracterizada por opacidades brancas em forma cunha que começam na periferia da lente e chegam ao centro de maneira semelhante a raios. Esse tipo de catarata ocorre no córtex da lente, que é a parte da lente que circunda o núcleo central.

Sintomas e sinais da catarata

A princípio, uma catarata tem pouco efeito na sua visão. Você pode notar que a visão está um pouco embaçada, como ao olhar através de um pedaço de vidro esfumado ou ver uma pintura impressionista.

Expandable

Uma visão turva e desfocada pode significar que você tem catarata.

Uma catarata pode fazer a luz do sol ou uma lâmpada parecer muito brilhante ou ofuscante. Ou você pode perceber, quando dirige à noite, que os faróis que se aproximam causam mais brilho que antes. As cores podem não parecer tão brilhantes quanto antes.

O tipo de catarata que você tem afetará exatamente quais sintomas você experimentará e em quanto tempo eles ocorrerão. Quando uma catarata nuclear se desenvolve, ela pode trazer uma melhora temporária da visão de perto, chamada de "segunda visão".

Infelizmente, a melhora da visão tem vida curta e desaparece à medida que a catarata piora. Por outro lado, uma catarata subcapsular pode não produzir nenhum sintoma até estar bem desenvolvida.

Se você acha que tem catarata, consulte um oftalmologista e faça um exame para se certificar.

O que causa a catarata?

A lente dentro do olho funciona como uma lente de câmera, focando a luz na retina para uma visão nítida, além de ajustar o foco do olho, permitindo que você veja as coisas de forma clara, tanto de perto quanto de longe.

A lente é feita principalmente de água e proteína. A proteína é organizada de maneira precisa, que mantém a lente clara e deixa a luz passar por ela.

Mas à medida que envelhecemos, algumas das proteínas podem se agrupar e começar a nublar uma pequena área da lente, processo que é conhecido como catarata. Com o tempo, ela pode crescer e ofuscar mais a lente, dificultando a visualização.

Ninguém sabe ao certo por que a lente do olho muda à medida que envelhecemos, formando a catarata. No entanto, pesquisadores de todo o mundo identificaram fatores que podem causar catarata ou estão associados ao seu desenvolvimento.

Além da idade avançada, os fatores de risco de catarata incluem:

  • Radiação ultravioleta

  • Diabetes

  • Hipertensão

  • Obesidade

  • Fumo

  • Uso prolongado de corticosteroides

  • Medicamentos com estatina usados para reduzir o colesterol

  • Lesão ou inflamação ocular prévia

  • Cirurgia ocular prévia

  • Terapia de substituição hormonal

  • Uso excessivo de bebidas alcoólicas

  • Alto grau de miopia

  • Histórico familiar

Uma teoria de formação de catarata é que muitas cataratas são causadas por mudanças oxidativas na lente humana. Essa teoria é sustentada por estudos nutricionais que mostram que frutas e legumes riscos em antioxidantes podem ajudar a prevenir determinados tipos de catarata.

Prevenção da catarata

Embora haja controvérsia significativa sobre se a catarata pode ser evitada, vários estudos sugerem que determinados nutrientes e suplementos nutricionais podem reduzir o risco de catarata.

Um estudo de 10 anos realizado por mulheres profissionais de saúde constatou que uma maior ingestão de vitamina E e os carotenoides luteína e zeaxantina dos alimentos e suplementos estava associada a riscos significativamente reduzidos de catarata.

Boas fontes alimentares de vitamina E incluem sementes de girassol, amêndoas e espinafre. Boas fontes de luteína e zeaxantina incluem espinafre, couve, e outros vegetais de folhas verdes.

Outros estudos mostraram que vitaminas antioxidantes, como a vitamina C, e alimentos que contêm ácidos graxos ômega-3, podem reduzir o risco de catarata.

Outro passo que você pode tomar para reduzir o risco de catarata é usar óculos de sol para bloquear 100% dos raios UV do sol quando você estiver ao ar livre.

Tratamento da catarata

Quando os sintomas começarem a aparecer, você poderá melhorar sua visão por um tempo usando óculos novos, lentes bifocais fortes, ampliação, iluminação apropriada ou outros recursos visuais.

Pense em fazer uma cirurgia quando a sua catarata tiver progredido o suficiente para prejudicar seriamente a sua visão e começar a afetar a sua vida.

Muitas pessoas consideram a visão ruim um fato inevitável do envelhecimento, mas a cirurgia de catarata é um procedimento simples e relativamente indolor para recuperar a visão.

Durante a cirurgia, o cirurgião removerá sua lente nublada e, na maioria dos casos, a substituirá por uma lente intraocular (LIO) plástica transparente.

Novas LIOs estão sendo desenvolvidas para tornar a cirurgia menos complicada para cirurgiões e as lentes mais úteis para os pacientes. LIOs com correção de presbiopia potencialmente ajudam a ver de todas as distâncias, não apenas uma. Outro novo tipo de LIO é capaz de bloquear tanto a radiação ultravioleta quanto a luz azul visível e de alta energia, que, conforme mostram as pesquisas, é capaz de danificar a retina.

Óculos após a cirurgia de catarata

Na maioria dos casos, a menos que você escolha LIOs com correção de presbiopia, ainda precisará de óculos de leitura após a cirurgia de catarata. Você também pode precisar de lentes progressivas para corrigir erros refrativos e presbiopia.

Para obter a melhor visão e conforto possíveis com óculos prescritos após a cirurgia de catarata, peça ao seu oftalmologista para explicar os benefícios do revestimento antirreflexo e das lentes fotocromáticas.

Find Eye Doctor

Agendar um exame

Encontre Oftalmologista