Página principalCuidado com a saúde dos olhosO envelhecimento e os olhos

Lentes de contato são uma boa opção para crianças?

Lentes de contato são seguras para crianças?

Os pais frequentemente fazem essa pergunta aos oftalmologistas quando os filhos manifestam a vontade de usar lentes de contato. Porém a maturidade e capacidade da criança de manusear as lentes de contato de forma responsável é mais importante do que a idade por si só.

Em que idade as crianças podem começar a usar lentes de contato?

Fisicamente, o olho da criança consegue se adaptar a lentes de contato em uma idade bastante precoce. Até mesmo alguns bebês adaptam-se a lentes de contato devido a catarata congênita ou outras doenças oculares presentes ao nascimento.

Em um estudo sobre adaptação de crianças míopes entre 8 e 11 anos a lentes descartáveis de uso diário, 90% das crianças não tiveram problemas ao colocar e remover as lentes sem a ajuda dos pais.

Caso você esteja considerando lentes de contato para seu filho, verifique como seu filho lida com outras responsabilidades. Eles têm bons hábitos de higiene pessoal, mantêm seu quarto e o banheiro limpos, fazem a lição de casa e ajudam nas tarefas domésticas?

Se a criança precisa ser frequentemente lembrada sobre limpar as coisas e seguir as boas práticas de higiene, ela pode não estar pronta para assumir a responsabilidade de usar e cuidar das lentes de contato. Mas se ela realiza bem essas tarefas, ela pode ser uma candidata excelente para usar lentes de contato.

Crianças são naturalmente ótimos usuários de lentes de contato quando assumem essa responsabilidade. Eles são geralmente bastante motivados a usar lentes e se adaptam bem a elas.

Crianças ainda são menos propensas a apresentarem olhos secos, um quadro que pode causar problemas relacionados a lentes de contato em adultos.

Além disso, crianças mais jovens às vezes seguem as orientações sobre como usar as lentes melhor do que adolescentes e adultos, então elas têm menos problemas como usar as lentes de contato por longos períodos ou não usar as soluções para lentes de contato certas.

Lentes de contato para esportes

Para crianças que praticam esportes, as lentes de contato oferecem várias vantagens em relação aos óculos.

Se seu filho usa óculos para a prática de esportes – mesmo os com lentes de policarbonato resistentes a impacto – você fica preocupado com a possível quebra da armação durante esportes de contato, o que pode causar uma lesão ocular. E as lentes de óculos esportivos ou óculos de segurança às vezes ficam embaçadas durante uma competição, prejudicando a visão e o desempenho.

Lentes de contato esportivas eliminam esses problemas e fornecem outros benefícios também, incluindo uma vista desobstruída do campo para uma melhor visão periférica que permite que seu filho reaja mais rapidamente aos outros jogadores e a objetos que se aproximam pela lateral.

As lentes de contato também permanecem estáveis nos olhos do seu filho quando ele estiver correndo, proporcionando uma visão mais precisa e estável.

Muitas lentes de contato, especialmente as lentes rigidas gás permeáveis (RGP), oferecem uma óptica melhor do que os óculos. Isso resulta em uma visão mais nítida que pode aprimorar o desempenho esportivo. Por exemplo, um jogador de baseball pode ver a bola alguns milissegundos antes com a visão apurada promovida pelas lentes de contato.

Aumentando a autoestima com lentes de contato

Muitas crianças se sentem inseguras ou não gostam se sua aparência com os óculos. O uso de lentes de contato pode melhorar o sentimento das crianças sobre sua aparência, elevando a autoestima.

Em um estudo com 169 crianças que usavam óculos de grau e trocaram para lentes de contato, os pesquisadores perceberam que o uso das lentes de contato "melhoram significativamente a forma como as crianças e adolescentes se sentem em relação à sua aparência e participação nas atividades."

Entre os participantes do estudo, 71,2% das crianças de idades entre 8 a 12 anos e 78,5% dos adolescentes disseram que preferiram usar lentes de contato em vez de óculos.

Os pesquisadores também observaram que crianças de 8 anos foram tão capazes quanto os adolescentes de usar e cuidar das lentes de contato de silicone hidrogel usadas no estudo, que foi patrocinado pela Vistakon.

Em outro estudo, 484 crianças entre 8 a 11 anos de idade foram atribuídas aleatoriamente para usarem ou óculos ou lentes de contato por um período de três anos. No fim do estudo, as pontuações da pesquisa de autopercepção da criança sobre sua aparência física, competência atlética e aceitação social foram mais altas para crianças que usaram lentes de contato.

Além disso, tenha em mente que a transição do seu filho dos óculos para lentes de contato não precisa ser uma decisão permanente. Se seu filho não se adaptar bem, ou não conseguir assumir as responsabilidades relacionadas ao uso e cuidado das lentes de contato, ele pode simplesmente voltar a usar óculos. As lentes de contato podem sempre voltar a ser usadas novamente no futuro.

Como controlar a miopia com lentes de contato

Outro motivo para considerar o uso de lentes de contato por seu filho, é, em alguns casos, o fato de que as lentes de contato podem retardar a progressão da miopia em crianças.

Na verdade, vários estudos mostraram que lentes de contato rígidas gás permeáveis e lentes de contato gelatinosas multifocais podem oferecer um controle significativo da miopia em várias crianças com esse problema.

Ademais, um método modificado de adaptação a lentes de contato rígidas gás permeáveis chamado ortoceratologia (ou "ortho-k") provou ser bem-sucedido em reverter a miopia existente em algumas crianças. A técnica usa lentes RPG especiais que alteram o formato da córnea ao serem usadas à noite, durante o sono. De manhã, as lentes são removidas, e quando bem-sucedida, a ortho-k permite que a pessoa enxergue claramente sem óculos ao longo do dia.

A correção da miopia fornecida pela ortho-k, no entanto, é apenas temporária. As lentes que remodelam a córnea devem ser usadas regularmente durante o sono para manter uma visão boa, sem a necessidade de correção, durante o dia.

Pesquisadores da Nova Zelândia relataram que lentes de contato gelatinosas experimentais de "foco duplo" conseguiram retardar a progressão da miopia em crianças com idades entre 11 e 14 anos, em comparação às lentes de contato gelatinosas regulares.

As lentes de foco duplo tinham uma zona óptica central que corrigia totalmente a miopia, cercada por zonas periféricas de menor correção. O modelo dessas lentes foi baseado em pesquisas anteriores que sugerem que o desfoque periférico na retina pode reduzir o alongamento do globo ocular durante a infância, que é associada à progressão da miopia.

Ao longo de 20 meses, as lentes de foco duplo reduziram a progressão da miopia em 30% ou mais em 70% das crianças que participaram do estudo, e forneceram acuidade visual e sensibilidade a contraste iguais às fornecidas pelas lentes gelatinosas convencionais.

Gretchyn Bailey também contribuiu para este artigo.

Find Eye Doctor

Agendar um exame

Encontre Oftalmologista