Página principal

A visão muda com a idade: Quais são as mudanças normais no olho causadas pelo envelhecimento?

Conforme envelhecemos, nossos olhos apresentam mudanças de desempenho relacionadas à idade — principalmente depois dos 60 anos.

Algumas dessas mudanças, como a vista cansada ou presbiopia, são perfeitamente normais e não significam qualquer tipo de processo patológico. E embora a catarata possa ser considerada uma doença relacionada à idade, ela é muito comum entre idosos e pode ser prontamente corrigida com cirurgia para remoção da catarata e implante de lente intra ocular.

Alguns de nós, no entanto, sofremos de doenças oculares mais graves relacionadas à idade, que têm maior potencial para afetar nossa qualidade de vida conforme envelhecemos. Essas doenças incluem glaucoma, degeneração macular e retinopatia diabética.

Mudanças normais na visão relacionadas à idade

Vista cansada ou presbiopia

Depois de passar da marca dos 40 anos, você perceberá que fica mais difícil focar em objetos de perto. Isso ocorre porque a lente no interior do olho começa a perder sua capacidade de mudar de formato — um processo chamado de presbiopia, ou vista cansada.

Durante algum tempo, você pode compensar essa redução gradual da capacidade de foco segurando o material de leitura mais longe dos olhos. Mas eventualmente você precisará de óculos de leitura, lentes multifocais ou progressivas para óculos ou lentes de contato multifocais.

Há também algumas opções de cirurgia corretiva para vista cansada, como implantes intracorneanos, monovisão LASIK, ceratoplastia condutiva e troca da lente refrativa.

Conforme você passa dos 50 anos, a presbiopia ou vista cansada vai avançando. Você pode perceber a necessidade de mudanças frequentes de receitas de óculos e lentes de contato. Você também pode descobrir que uma única receita não é mais a melhor solução para todas as suas necessidades visuais.

Catarata

Apesar de a catarata ser considerada uma doença ocular relacionada à idade, ela é tão comum depois dos 60 anos que também pode ser classificada como uma mudança normal pelo envelhecimento.

Estima-se que cerca de 30% de todas as pessoas acima dos 65 anos no Reino Unido possua algum nível de formação de catarata nos olhos que prejudique a visão. Ao passar dos 70 anos, essa porcentagem é ainda maior.

Felizmente, a cirurgia moderna para correção de catarata é extremamente segura e tão eficaz que normalmente 100% da visão perdida devido à formação de catarata é recuperada.

Se você estiver notando mudanças na visão devido à catarata, não hesite em discutir os sintomas com seu Oftalmologista.

Geralmente é melhor remover a catarata antes que ela avance muito. Além disso, você agora tem a opção de implantes de lentes multifocais ou lentes intraoculares que têm o potencial de recuperar todo o alcance visual, reduzindo assim sua necessidade para óculos de leitura.

Principais doenças oculares relacionadas à idade

Degeneração macular

Também chamada de degeneração macular relacionada à idade ou DMRI, a degeneração macular é a principal causa da cegueira entre idosos. De acordo com a Macular Society, mais de 600.000 pessoas no Reino Unido apresentam degeneração macular relacionada à idade. E devido ao envelhecimento da população no Reino Unido, espera-se que esse número mais que dobre e chegue a 1,3 milhão até 2050.

Glaucoma

Seu risco de desenvolver glaucoma aumenta a cada década depois dos 40 anos, de 1% aos 40 anos a até 12% aos 80 anos.

Retinopatia diabética

De acordo com a Diabetes UK, mais de 1 em 10 pessoas acima dos 40 anos no Reino Unido sofrem de diabetes. Entre os diabéticos de que se tem conhecimento, que sofrem da doença há mais de 20 anos, todos os que sofrem do Tipo 1 da diabetes e mais de dois terços daqueles que sofrem do Tipo 2 apresentarão algum grau de retinopatia diabética que pode levar à perda permanente da visão.

Outras mudanças nos olhos relacionadas à idade

Embora pensemos frequentemente no envelhecimento por estar relacionado a problemas como presbiopia (ou vista cansada) e catarata, mudanças mais sutis em nossa visão e estrutura ocular também ocorrem conforme envelhecemos.

Essas mudanças incluem:

Redução do tamanho da pupila

Conforme envelhecemos, os músculos que controlam o tamanho das nossa pupila e a reação à luz perdem parte de sua força. Isso faz com que a pupila se torne menor e menos responsiva às mudanças na iluminação ambiente.

Devido a essas mudanças, pessoas acima dos 60 anos precisam do triplo de luz ambiente para uma leitura confortável em comparação com pessoas por volta dos 20 anos de idade.

Além disso, a visão dos idosos tem mais chance de ser ofuscada por luz solar intensa e brilho ao sair de um ambiente com pouca iluminação, como um cinema. Óculos com lentes fotossensíveis e tecnologia antirreflexo podem ajudar a reduzir esse problema.

Olhos secos

Conforme envelhecemos, nosso corpo produz menos lágrimas. Isso acontece principalmente entre mulheres na menopausa. Se você começar a ter sensação de ardência, irritação ou outro desconforto relacionado ao ressecamento dos olhos, use lágrimas artificiais sempre que necessário durante o dia para ter mais conforto e consulte seu Oftalmologista ou clínico geral para conhecer outras opções, como prescrição de medicamentos para olhos secos.

Perda da visão periférica

O envelhecimento também causa uma perda normal da visão periférica, com o tamanho de nosso campo visual diminuindo aproximadamente de um a três graus por década de vida. Até chegar aos 70 e aos 80 anos, você pode ter uma perda de 20 a 30 graus do campo da visão periférica.

Pelo fato de a perda do campo de visão aumentar o risco de acidentes automobilísticos, certifique-se de ser mais cuidadoso ao dirigir. Para aumentar seu alcance visual, vire a cabeça e olhe para os dois lados ao se aproximar de cruzamentos.

Diminuição da visão cromática

As células na retina que são responsáveis pela visão cromática normal diminuem em sensibilidade conforme envelhecemos, fazendo com que as cores tenham menos brilho e o contraste entre diferentes cores se torne menos perceptível.

Em particular, cores azuis podem parecer desbotadas ou "pálidas". Embora muitas vezes não haja tratamento para essa perda normal da percepção de cores relacionada à idade, você deve estar ciente dela se sua profissão (p.ex. artista, costureiro ou eletricista) exigir uma boa distinção de cores. No entanto, se o enfraquecimento de sua visão cromática se deva também à catarata, muito do que foi perdido pode ser recuperado com a cirurgia para correção de catarata.

Descolamento do vítreo

Conforme envelhecemos, o vítreo gelatinoso dentro do olho começa a se liquefazer e se afastar da retina, causando "manchas e pontos flutuantes" e (ocasionalmente) flashes de luz. Esse problema, chamado de descolamento do vítreo, geralmente é inofensivo. Mas moscas volantes e flashes de luz também podem ser sinal de um início de descolamento de retina — um problema sério que pode causar cegueira se não for tratado imediatamente. Se você perceber flashes e moscas volantes na sua visão, consulte seu Oftalmologista imediatamente para determinar a causa.

O que você pode fazer em relação às mudanças na visão relacionadas à idade

Uma dieta saudável e escolhas sensatas de estilo de vida, como não fumar, são suas melhores defesas contra a perda da visão durante o envelhecimento.

Além disso, você precisa realizar exames oftalmológicos regulares com um Oftalmologista atencioso e especializado.

Certifique-se de compartilhar com o seu Oftalmologista todas as preocupações que você tem com relação aos seus olhos e visão. Informe qualquer histórico de problemas oculares em sua família, além de quaisquer outros problemas de saúde que você possa ter.

Seu Oftalmologista deve saber que remédios você toma (incluindo remédios não controlados, vitaminas, ervas e suplementos). Isso auxiliará nas recomendações adequadas para manter seus olhos saudáveis e funcionando no nível ideal durante toda a sua vida.

Find Eye Doctor

Agendar um exame

Encontre Oftalmologista