Página principalA transmissão do coronavírus pode ocorrer através dos olhos?

A transmissão do coronavírus pode ocorrer através dos olhos?

um homem usando uma máscara cirúrgica com o coronavírus tocando seus olhos

Muitas coisas ainda permanecem desconhecidas sobre o novo coronavírus, incluindo se ele realmente pode ser transmitido pelos olhos.

A American Academy of Ophthalmology (AAO) acredita que o vírus é transmitido principalmente através de contato interpessoal, por meio de gotículas respiratórias produzidas quando uma pessoa infectada tosse ou espirra. Porém a AAO ressalta que essas gotículas podem penetrar nos seus olhos também. As mucosas são as áreas mais susceptíveis à transmissão do vírus.

A World Health Organization (OMS) diz que a transmissão também pode ocorrer por meio de gotículas de saliva ou muco nasal.

Gotículas infectadas (ou muco infectado) podem acabar na boca ou no nariz de uma pessoa ainda não infectada e possivelmente ir para os pulmões, segundo os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA.

O novo coronavírus, que causa uma doença respiratória chamada COVID-19, também pode se espalhar se você tocar em um objeto ou uma superfície (como uma maçaneta ou um balcão) onde o vírus esteja presente, e depois tocar sua boca, nariz ou olhos, diz a AAO.

Mas, assim como a AAO e os CDC enfatizam, acredita-se que a transmissão do vírus por um objeto ou superfície representa a minoria dos casos. Esse tipo de transmissão pode ser mitigado por higienização adequada das superfícies e das mãos.

Conjuntiva: Uma possível rota da infecção por coronavírus?

Quando se trata da COVID-19 e seus olhos, é possível que o coronavírus entre no seu corpo através da conjuntiva do olho sendo ela, portanto, uma rota minoritária de infecção. No entanto, é pouco provável que a COVID-19 seja transmitida pelas secreções oculares.

A conjuntiva é a membrana transparente e fina que recobre área branca do olho e a superfície interna das pálpebras. Algumas evidências sugerem que a conjuntivite pode ser um sintoma de COVID-19.

Em junho de 2020, o Review of Ophthalmology fez um relato em um estudo recentemente publicado no Lancet Respiratory Medicine, que fornece alguns esclarecimentos sobre este assunto. Pesquisadores em Hong Kong descobriram que o coronavírus da COVID-19 pode infectar a conjuntiva do olho, mas não há evidência até hoje de que a doença se espalhe do olho para os pulmões.

Kendrick C. Shih, Doutor de Medicina, um dos autores do estudo, aponta que a pesquisa não forneceu evidência de que o vírus se espalhe para outras partes do corpo através da corrente sanguínea, e que "o estudo não analisa se o vírus pode ser transmitido através da conjuntiva de pacientes com COVID-19 para outras pessoas por meio das lágrimas, ou ao esfregar os olhos.”

VER TEXTO RELACIONADO: Conexão do coronavírus com a conjuntivite: Como proteger seus olhos

Conjuntivite e COVID-19: Transmissão pelos olhos é improvável

O número real de pessoas com COVID-19 que mostram sinais de conjuntivite, no entanto, é ainda um grande mistério.

Um estudo em menor escala publicado em março de 2020 no periódico JAMA Ophthalmology descobriu que de 38 pacientes com COVID-19 hospitalizados na China, 28 (74%) apresentaram resultado positivo para o coronavírus em testes de swab nasofaríngeo, e 12 (32%) mostraram sinais clínicos de conjuntivite (vermelhidão, inchaço, olho lacrimejante ou aumento de secreção dos olhos).

Porém, em outro pequeno estudo publicado em July 2020 no periódico Ophthalmology os pesquisadores observaram que nos 17 pacientes com resultado positivo para o teste de COVID-19 em Singapura, não foram detectados traços de coronavírus em suas lágrimas, mas o vírus estava presente no nariz e garganta deles.

O estudo também cita um estudo muito maior publicado em 30 de abril de 2020, no The New England Journal of Medicine, que mostrou que de 1.099 pacientes com COVID-19 confirmado por exames laboratoriais na China, apenas 0,8% mostrou sinais de conjuntivite.

“Apesar dessas notícias tranquilizadoras, é importante que as pessoas entendam que proteger os olhos, bem como as mãos e a boca, pode ajudar a conter a disseminação de vírus como o coronavírus”, diz a AAO, que publica o periódico Ophthalmology..

Em um comunicado à imprensa publicado em março de 2020, a AAO relatou, "autoridades de saúde acreditam que a conjuntivite de desenvolve em apenas 1% a 3% das pessoas com coronavírus."

Como você pode ajudar a achatar a curva

E então, o que você deve fazer para reduzir a disseminação da COVID-19? Confira algumas dicas:

  • Lave bem suas mãos com frequência com água e sabão. Caso você não tenha acesso a água e sabão, higienize suas mãos com álcool em gel.

  • Resista à vontade de tocar seus olhos, nariz e boca.

  • Mantenha distância de pessoas que foram expostas ao ou contraíram o coronavírus.

  • Cubra sua boca e seu nariz com um lenço ao tossir ou espirrar, ou use a parte interna de seu cotovelo. Jogue os lenços no lixo imediatamente após usá-los.

Além disso, a AAO diz que usar óculos pode bloquear a penetração de gotículas respiratórias infectadas em seus olhos. No entanto, eles podem não fornecer proteção total, já que as gotículas podem ainda alcançar seus olhos por meio das partes expostas, como as laterais e as partes superior e inferior dos seus óculos. Um protetor facial estilo viseira ou óculos de segurança envoltórios são as alternativas mais eficazes para as pessoas que estejam em contato direto com indivíduos afetados.

VER TEXTO RELACIONADO: Coronavírus: Como os olhos podem ter um papel na disseminação do vírus

Find Eye Doctor

Agendar um exame

Encontre Oftalmologista