Página principalAs máscaras protetoras reduzem a transmissão do coronavírus, mas não protegem seus olhos

As máscaras protetoras reduzem a transmissão do coronavírus, mas não protegem seus olhos

As máscaras faciais reduzem a transmissão do coronavírus, mas não protegem seus olhos

Com o objetivo de reduzir a disseminação do coronavírus, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA e a World Health Organization (OMS) recomendam que as pessoas usem máscaras não médicas de tecido enquanto estiverem em público. 

Mas estejam cientes de que uma máscara protetora não oferece proteção completa, pois não cobrem seus olhos.

Máscaras protetoras e outras medidas para combater a transmissão do coronavírus

A dra. Deborah Birx, a coordenadora de resposta ao coronavírus nos Estados Unidos, alertou sobre as limitações de se usar uma máscara não médica para se proteger contra o coronavírus. 

Em um comunicado à imprensa, ela declarou que o uso de uma máscara de tecido sobre seu nariz e boca deve ser complementado com outras medidas anticoronavírus. 

“O mais importante é o distanciamento social e lavar as mãos”, disse Birx.

“E não queremos que as pessoas tenham uma falsa sensação de proteção por estarem atrás de uma máscara”, afirmou ela. “Pois ao tocar as coisas (lembre-se de que seus olhos não estão protegidos pela máscara), então, ao tocar objetos e depois tocar seus olhos, você estará se expondo do mesmo jeito.” 

Transmissão do coronavírus através dos olhos

O novo coronavírus causa a COVID-19, uma doença respiratória potencialmente fatal. Acredita-se que o vírus consegue ser transmitido através do contato com qualquer membrana mucosa, incluindo a conjuntiva (a membrana transparente e fina que recobre a parte branca do olho e a parte interna das pálpebras), segundo a American Optometric Association.

É mais provável que a transmissão ocorra através da boca e do nariz, mas a conjuntiva torna o olho outro possível ponto de transmissão para a COVID-19. Sem uma proteção ocular, como óculos, óculos de proteção ou uma viseira facial, além da sua máscara protetora, seus olhos não estará protegido contra o coronavírus.

VER TEXTO RELACIONADO: Coronavírus: Como os olhos podem ter um papel na disseminação do vírus

Como as máscaras protetoras podem reduzir a transmissão do coronavírus 

Pessoas infectadas pelo coronavírus da COVID-19, que não estejam exibindo sintomas, podem ainda transmitir o vírus a outras pessoas, de acordo com autoridades de saúde pública. 

Portanto, para reduzir a disseminação do vírus, você deve usar uma máscara protetora quando estiver em público, assim como praticar distanciamento social. 

De acordo com a World Health Organization, usar uma máscara protetora promove uma "barreira para gotículas de saliva potencialmente infecciosas" contendo COVID-19. (No início da pandemia, a OMS dizia que não havia evidência suficiente para afirmar que pessoas saudáveis devessem usar máscara.)

Como fazer ou onde comprar máscaras protetoras de tecido 

Máscaras protetoras podem ser feitas em casa ou compradas de um fornecedor. A prestador de cuidados de saúde, Kaiser Permanente, oferece dicas sobre como fazer sua própria máscara

Como uma alternativa a máscaras protetoras de tecido feitas à mão ou na máquina, considere usar uma bandana, um lenço ou uma echarpe como uma máscara para cobrir seu nariz e boca quando estiver em público. 

Tenha em mente que máscaras de tecido e protetores faciais semelhantes servem para evitar que o usuário transmita o vírus a outras pessoas, mas não prevenir sua infecção.  

Quem não deve usar máscaras protetoras 

Os CDC declaram que certas pessoas não devem usar proteções faciais de tecido. Elas incluem: 

  • Crianças com menos de 2 anos

  • Pessoas que têm dificuldade para respirar

  • Pessoas inconscientes, incapacitadas ou que, de outra forma, não consigam retirar a máscara sozinhas 

A eficácia das máscaras protetoras de tecido contra a transmissão do coronavírus 

Segundo o texto opinativo do Washington Post, escrito por um professor da Escola de Saúde Pública T.H. Chan da Universidade de Harvard, máscaras de tecido feitas em casa podem ter eficácia de 50% a 70% ao bloquear gotículas de saliva infectadas quando o usuário tosse, espirra ou fala. A eficácia depende de fatores como espessura do pano e quão bem as máscaras se ajustam ao redor do seu nariz e boca. 

Máscaras médicas padrão, como os respiradores N95 e máscaras cirúrgicas, devem ser restritas a profissionais de saúde e de emergência, dizem as autoridades de saúde.  

Como cuidar da sua máscara protetora e usá-la

Se você for usar uma máscara em público, você deve lavar suas mãos antes de colocá-las. Isso ajuda você a eliminar os germes, bem como o coronavírus, para que eles não alcancem seu rosto.  

Caso você não tenha acesso a água e sabão, use álcool em gel para higienizar suas mãos. 

Além disso, evite tocar seu rosto enquanto estiver usando uma máscara, pois você pode tocar uma superfície na qual o coronavírus está presente e, então, transferi-lo à sua máscara e ao seu rosto. 

VER TEXTO RELACIONADO: Sintomas oculares do coronavírus mais comuns

Máscaras protetoras são atualmente obrigatórias em muitas cidades

Devido à disseminação contínua da COVID-19, muitas cidades e regiões no mundo todo obrigou todos a usarem máscaras protetoras ao frequentarem espaços públicos.

Consulte as autoridades do local onde você mora para contender os regulamentos vigentes para ajudar a controlar a disseminação do coronavírus. Se tiver dúvida, use máscara.

Resumo

Em resumo, confira alguns pontos essenciais para se lembrar:

  • Uma máscara protetora funciona ao conter a transmissão do coronavírus da COVID-19 a outras pessoas, pois atua como uma barreira que impede a disseminação de gotículas de saliva respiratórias.

  • Usar uma máscara protetora serve para evitar a transmissão da COVID-19 a outras pessoas, não para proporcionar ao usuário 100% de proteção contra a contração do vírus.

  • Máscaras não protegem seus olhos da exposição à COVID-19.

  • As pessoas podem disseminar o coronavírus da COVID-19 mesmo se não apresentarem sintomas da doença.

  • Um benefício adicional de usar máscara protetora é que ela pode evitar que você toque seu rosto, reduzindo o risco de transmissão do coronavírus da COVID-19 de suas mãos para as mucosas de seu nariz e boca.

Além disso, lembre-se de que a combinação do uso da máscara protetora e a prática do distanciamento social é muito mais eficaz para reduzir a disseminação da COVID-19 do que a adoção de cada medida isoladamente.

Find Eye Doctor

Agendar um exame

Encontre Oftalmologista